domingo, 2 de agosto de 2009

Nova resenha - Suicidas


Fala povo!

Venho aqui postar mais uma resenha sobre meu livro: Suicidas. Desta vez, escrita pelo Josué, ávido leitor de romances policiais e autor de ótimos contos no Beco do Crime...

A seguir, o link e a resenha, como de costume:




"Noite passada, após ficar com o PC ligado por umas oito, nove horas, eu terminei de ler ‘Suicidas’, romance policial de estréia do Rapha. Sim, esse mesmo, o cara de óculos que detesta Simenon e que dá as caras por aqui regularmente. Pois é, ele conseguiu realizar o sonho de concluir o primeiro livro. Isso é uma coisa difícil, acreditem. Foram três aninhos dedicados à obra. Três anos muito bem aproveitados.

Parte-se de um plot simples: nove jovens aparentemente normais se reúnem para fazer roleta-russa. O resultado é uma tragédia sem tamanho. Um ano depois, as mães se reúnem com uma psicóloga para tentar entender o que aconteceu. Para isso, se valem de um trunfo: um caderno, escrito em tempo real, narrado por um dos suicidas. O que primeiro chama a atenção é a falta de uma estrutura linear – a história se desenrola , aos poucos, saltando de época para época, pistas aparecendo aqui e ali, enquanto os personagens (vis, sujos, humanos) são desenvolvidos.

Raphael não liga muito para convenções: não há, em ‘Suicidas’, um detetive lógico-dedutivo ou mesmo durão e violento. Há apenas uma história repleta de surpresas, em que somos apresentados ao que há de pior na natureza humana. Nesse sentido, o autor senta o braço: O que você faria se estivesse a poucas horas de morrer? Que limites aceitaria? Quanto de sua humanidade estaria preservada? Não se contentando em construir um suspense imprevisível, com um final originalíssimo, o autor discorre sobre a condição humana mostrando sua face mais negra.

‘Suicidas’ tem tudo para se tornar um livraço, se alguma editora for sábia o suficiente para publicá-lo. Não, não é um livro simples. É forte, cru, visceral. Pode te causar pesadelos e calafrios. Mas é impossível parar. Aficionado pela literatura policial, especialmente enigma, Raphael parece ter aprendido bem com os mestres. Agatha Christie ficaria orgulhosa com o desfecho proposto pelo autor, tenho certeza. Oremos, rezemos, façamos figa. ‘Suicidas’ é um romance-policial sólido, surpreendente, e merece ser lançado. Quem sabe assim o estilo que tanto amamos cresça, ainda mais, no Brasil."



Dá pra ver meu sorrisão daí?

Um comentário:

  1. fala sério,muito show,será que rola um exemplar gratúito e autografado para os amigos?hehehe

    mas falando sério,esse aí promete,e promete muito ^^

    flwz rapha,muito sucesso pra tuh,mando eu andrei por meio desse comentário com emoticons,erros de gramática e td mais XD

    ResponderExcluir

Suicidas, livro de R. Montes - Em breve

Gêneros Literários - Romance Policial

 
©2007 LF Por Blog do Leandro